domingo, 26 de dezembro de 2010

Snowball fun

Boa noite!
Nossa eu abandonei isso aqui totalmente, faz tipo quase um mês que eu não posto! Bom, como já é sabido, eu estou em Montréal e as coisas têm sido muito legais na minha vida desde que eu cheguei aqui. É engraçado como não existem problemas vivendo aqui, todos os problemas da minha vida são provenientes do Brasil. Tipo, a coisa mais chata que aconteceu nos últimos tempos foi que a minha avó ficou bem mal por uns dias, mas agora já está tudo bem. As coisas estão legais.
O natal aqui foi legal também, minha família é um amor! Mas, infelizmente, eu senti muita saudade da minha família. Mas ok, né. C'est la vie.
Juro, que preguiça. Um beijinho de bola de neve!

domingo, 28 de novembro de 2010

I beg to dream and differ from the hollow lies





Meu Deus, faz tipo sete mil anos que eu não escrevo aqui! Já deu tempo do Lil Wayne sair da prisão e até o T.I. já foi preso de novo (se bem que pra isso não precisa esperar muito tempo)... e eu tenho uma porção anormal de coisas a serem ditas. Bom, eu estou vazando pra Montréal em 6 dias e aí, minha gente, eu só volto em março no carnaval. Até ontem eu não tinha essa informação processada na minha mente, mas eu vou morar por três meses em uma cidade gelada bagarai com gente falando francês pelas redondezas e, meu, essa gente é canadense, sabe? É tipo gente civilizada, gentil, educada e norte-americana!
Aliás, vamos dissertar sobre o assunto. Não sei se ficou muito claro, mas eu venero gente civilizada do hemisfério norte e eu não gosto de ser questionada sobre isso (se você acha mais interessante viver na miséria, aí são outros quinhentos...). É isso, cara. Todo mundo quer uma vida melhor, só que ninguém admite. A única diferença entre eu e o resto das pessoas é que eu admito que eu gosto de conforto e de comprar coisas. Sério, galere, moralismo não cola comigo.
Nesses tempos difíceis, tipo Rio de Janeiro em guerra e 2012 chegando, eu acho mesmo que todos os traficantes tem de morrer porque não tem mais chances de conserto. Esse é meu parecer sobre o que está acontecendo agora. Depois a gente pode mandar o BOPE pra Brasília pra matar o resto dos criminosos de lá, e aí todos seremos felizes. Ah, e eu vou ser mais polêmica ainda, afirmando que essa porcaria toda não tem só a ver com diferença social, descaso do governo e blá blá; tem a ver também com você, amigo da maconha de todos os dias. É, amigo puquiano... pense melhor antes de fazer movimentos sociais, dormir com o MST, pichar a sala do C.A. com frases palosas e o diabo a quatro...
Como eu sou uma pessoa que gosta de textos organizados, eu vou aproveitar o gancho pra falar sobre Centro Acadêmico. Sejamos diretos: a gente concorreu pras eleições e perdemos. Legal sabe, nós somos alunos de primeiro ano que estão infelizes com aquela gestão e tomamos a atitude de tentar mudar o que vimos mas, como todos sabem ou em breve perceberão, a grande maioria dos alunos daquela faculdade não suporta ser contrariada. Triste, né? Pra uma galera que se diz tão plural... mas anyway... a gente encontra essas coisas pela vida. E tá bom, sabe, fazer o quê? A questão é que essas eleições serviram mais pra eu descobrir que minha sala tá infestada de gente idiota (o inimigo agora é outro HAHA) e que tem muita gente que pode ser, potencialmente, odiada por mim.
Falando em gente idiota, eu estou de saco cheio de homens idiotas, então eu vou-me embora pra Montréal e vou achar uma pessoa legal lá, porque antes um cara digno que mora na pqp que um cara tosco que mora aqui. Ou sei lá, eu posso simplesmente abrir mão de caras e ser feliz sozinha! Woohoo! Porque né, homem pode até trazer coisas legais tipo carinho, amor e afeto, mas o final é sempre ruim... a não ser que você se case com um cara e só se separe dele quando você morrer antes dele (porque se ele morrer antes de você, você vai ficar na bad por causa dele e as coisas vão acabar mal).
Concluindo o ciclo, é por isso que eu quero ir embora logo! Quebrando o ciclo, eu quero tirar uma com a galera que prestou Fuvest. Parabéns, vocês perderam um final de semana de farra pra fazer uma prova em que 1% dos candidatos é aprovado! Sério, gente... mas não fiquem tristes por não passar! Provavelmente vai rolar uma ESPM, PUC, FAAP, Mackenzie... e, convenhamos, é muito mais divertido estudar nesses lugares porque você vai encontrar gente normal, que se parece com você e que, provavelmente, não se deu ao trabalho de passar no mínimo um ano alienado da vida pra dois dias de prova. Relaxa, você vai ser feliz de uma forma ou de outra.
É isso! E eu só queria fazer um Top 10 Melhores pessoas pra se seguir no Twitter... que eu sempre fico pensando quando falam coisas engraçadas e/ou interessantes.

10 - @rollingstoneBR - notícias do mundo da música, woohoo.

9 - @LOBO_DA_CORAGEM - esse é um lobo que te manda umas frases e citações motivacionais tipo "mate todos que estão no seu caminho" e tudo mais. É bom pra quem está na merda e precisa de alguém que te dê um tapa na cara e mande você mover seu traseiro.

8 - @hellyeah_marc - eu conheci esse cara na internet há uns 6 anos e até hoje nunca o encontrei, mas eu sei que ele é engraçado e bem mais velho que eu. Ele faz parte daquele grupo de gente que twitta coisas escrito errado de propósito, fala merdas e faz trocadilhos infelizes, mas que alegram seu dia.

7 - @marianna_m - oi! Eu sou uma pessoa muito legal de se seguir, as pessoas costumam me retwittar bastante e eu falo coisas engraçadas e, às vezes, geniais que eu penso. Eu gosto de dar meu parecer sobre a vida e o mundo. Eu costumo lotar timelines, então se você estiver se sentindo sozinho no mundo digital, eu estarei lá.

6 - @jsfaro - esse é meu professor da faculdade favorito de todos os tempos. Ele dá aula de Sistemas de Comunicação, é super inteligente e twitta textos super interessantes.

5 - @TeenVogue - ah, essa é a Teen Vogue, né, gente. É a Vogue pra adolescentes que querem formar um estilo e tudo mais. O bom é que eles estão sempre cobrindo os eventos mais importantes, dando dicas e tudo mais... e aí você fica sempre por dentro.

4 - @kanyewest - ele é muito engraçado, porque quando ele twitta ele fala mil coisas de uma vez só, mandar umas frases geniais que só ele consegue criar, manda os novos lançamentos e fala sobre como ter coisas que 98% do mundo jamais vai poder ter é legal (HAHA).

3 - @bomdiaporque - ok, você quer motivos pra não estar vivo? Eles estão por todas as partes, mas esse cara que escreve essas coisas fazem eles parecerem engraçados.

2 - @JackAllTimeLow - ele, como todo bom integrante de bandinha pop punk americana, fala muita merda, se rebaixa perante o mundo, faz trocadilhos incríveis, posta fotos palosas, fala sobre situações embaraçosas e escrotas e é isso aí. Eu rio muito.

1 - @Lord_Voldemort7 - ele faz piadas e trocadilhos pra todos os gostos... especialmente sobre cultura pop norte-americana, ridicularizando Harry Potter, Crepúsculo, Justin Bieber e derivados adolescentes. Todos os tweets são dignos de se retwittar.

Ok, gente, é isso aí. Com certeza eu vou lembrar de mais coisas legais que eu esqueci de por na lista, mas depois eu faço os ajustes. Queria, pra finalizar, mandar um beijo pro Felipe (@felipe_canpos) que eu conheci esses dias do nada pelo Twitter e que é um cara super legal, honesto e trabalhador. HAHA.

Beijos de amor

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Like it's her birthday

E aiii rapaziada! Quem curte um fim de semana hardcore?
Po, eu tenho feito várias reflexões de uns dias pra cá... porque vamos combinar né, meu cérebro tem estado inutilizado demais da conta nos últimos tempos. Foram tantos que eu já nem me lembro mais. Acho que o álcool ingerido na Puctober Fest ontem fez isso aí. Sério.
Depois desse sábado eu concluí que todo ambiente com alguns requisitos mínimos (tipo álcool e música) e gente da PUC seeeempre é polêmico. E como toda boa pessoa polêmica, eu adoro ter ótimos assuntos pra compartilhar com as minhas amigas segunda-feira. Como leitor(a) do meu blog você provavelmente deve ser um dos meus amigos mais próximos e vai saber os pontos altos e baixos da manguaceira de sábado. Caso contrário, jamais saberá.
Eu só posso dizer que toda Serena sempre tem um Dan na vida. Daqueles que voltam assim, do nada. E toda idiota como eu também tem que estar pronta pra matar um leão por dia. Quase literalmente, galera.
Sendo o ser humano que sou, estou disposta a abrir mão do comodismo sempre. E tenho dito. E sabe o melhor? Eu sinto que eu sou uma pessoa melhor todos os dias em que eu acordo.
Falooou que amanhã tem Pontifícia e mais info sobre a greve!

P.S.: Eu adoraria a música nova do Good Charlotte se eu realmente não soubesse falar inglês.

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

I keep dancing on my own



E aiii mundo! Nossa faz tipo mil anos que eu não escrevo nada... também, né, a vida tá tranquilíssima! Desde então eu estive no Economíadas que foi tipo assim, SENSACIONAL (apesar de que o JUCA continua eternamente melhor), estive numas baladinhas aí com as bffs, conheci gente legal, gente estranha, assisti ao Tropa de Elite 2 (que é MUITO foda) e a minha faculdade entrou em greve. Resumindo: minha vida tem se mantido em um status de inutilidade constante. Hoje eu acordei às 16:00. Sintam a minha vagabundagem.
A parte legal disso tudo é que eu tenho feito tudo que eu quero promovendo minha própria locmomoção... tipo, eu tenho dirigido bastante.
Sei lá, tudo tem se resumido a isso nos últimos tempos. Ah, e também eu tenho essa fome constante que nunca passa e que tem me assustado bastante.
Eu bem que poderia mostrar pra vocês meus sapatos novos ou fazer algum ranking idiota como os que eu sempre faço, mas minha preguiça não permite isso no momento. Eu só queria mostrar sinal de vida, mesmo. E mostrar amor. E constar que, depois de uns 2 meses no mínimo, minha unha quebrou. Por isso, queria mandar um beijo a todos os idiotas que jogaram macumba pra eu cortar minhas unhas.
Beijos!

segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Free Weezy! - Top 10: melhores referências no rap americano

Bonsoir, monde! Eu estou aqui só pra dar sinal de vida, considerando que eu não apareço há um tempo e eu não tenho nada de muito emocionante pra dividir com o mundo. Ah, tenho sim!
Eu já estou de habilitação faz umas semanas, e aí amanhã é meu primeiro dia indo pra faculdade sozinha de carro, oficialmente! Independência locomocional = vida!
E as eleições, hein? Sério, onde eu voto tinha uma galera super legal e bonita da balada, eu preferia ter sido mesário a ter ido até o bairro do Socorro fazer cobertura das eleições (o que não foi tão chato quanto eu imaginava que ia ser, foi até legal). Pena que só dois dos candidatos que eu votei foram eleitos... o que me desanima cada vez mais. Mas tudo bem, estamos aí pro segundo turno, né.
Aí tá. Eu vou pro economíadas essa sexta com a Gi Ferrante passar perrengue nas barracas do alojas... eu só espero que seja no mínimo tão bom quanto o Juca!
Ok, como não tenho mais nada pra contar, eu vou fazer a parte mais divertida do meu blog que é a seção Top 10. A lista de hoje é sobre as referências mais legais das músicas de rap americano/canadense ou whatever. Eu tava conversando sobre isso com a Ju ontem e eu decidi que vai ser essa a parte legal do meu post de hoje. Aqui vai:

10 - "I'll give you Courtney Love, the crazy shit"
Drake - Paris Morton Music

9 - "I can teach you how to speak my language, Rosetta Stone"
Drake - Over. Ah, pra quem não sabe e não entendeu a genialidade desse verso, Rosetta Stone é um software de aprendizado de linguagens... é uma espécie de professor particular.

8 - "... and you be with the cops, you n*ggas is McLovin"
Wale ft. Lady Gaga - Chillin'. Tá, eu não vou explicar porque você precisa assistir Superbad pra entender... e se você nunca assistiu ao filme, ASSISTA!

7 - "Call me Mr. Flintstone, I can make your bedrock, girl"
Young Money - Bedrock

6 - "Y'all n*ggas singing too much. Get back to rapping, you T-Paining too much"
Jay-Z - D.O.A (Death of Autotune)

5 - "This is bad, real bad, Michael Jackson. Now I'm mad, real mad, Joe Jackson"
Knock You Down - Keri Hilson ft. Kanye West e Ne-Yo. "Bad" porque é o nome de um dos cds do MJ e Joe Jackson é o pai dele.

4 - "For free suites I'd give Paris Hilton all-nighters, in about 3 years holla at me Miley Cyrus"
Young Money - Every Girl. "All-nighter" é passar o período da noite inteiro fazendo alguma coisa (que dá pra imaginar o que é).

3 - "I'm the Red Bull, let's fly away"
Young Money - Bedrock

2 - "My little Chemical Romance left a bad taste in my mouth (...), just throw on this Coheed and Fall Out Boy meets girl, Jimmy Eat World but Schlep eats pills till he's all out"
Gym Class Heroes - Taxi Driver. Essa música é uma referência eterna as nossas bandinhas favoritaaas! É porque todo mundo sabe que o Travie McCoy é meio rapper/meio emo.

1 - Aaaantes de falar, eu quero deixar claro que o primeiro lugar vai pra música Forever do K. West, Drake, Lil Wayne e Eminem porque eles tem as melhores referências de todas! Vamos por partes:
- "Swimming in the money come and find me, Nemo" - Drake
- "Old money Benjamin Button, what, nuttin / Now Superbad chicks giving me McLovin / You would think I ran the world like Michelle's husband" - Kanye West (Michelle's husband pra quem não sabe e deveria saber é o Obama)
- "Ok, hello it's da martian / Space jam Jordans" - Lil Wayne

Tá, acabou. Beijos!

domingo, 26 de setembro de 2010

No one man should have all that power: I've got the power



Acho legal que diante de tantas mudanças eu tenho feito descobertas interessantes e precisas sobre mim mesma e, consequentemente, sobre o que é melhor pra mim. Eu descobri que o melhor jeito de superar as dores e os regrets (além de bater cabelo na balada) é simplesmente fingir que nada nunca, jamais aconteceu. Sério, isso tem que ser feito. Não existe aquela coisa tipo "não se arrependa/não tenha vergonha do seu passado" se você realmente quiser ser feliz. Isso é ridículo! Ainda mais quando você tem 18 anos e fez uma porção de coisas imbecis na adolescência. Tipo, você não precisa exatamente negar os fatos. Isso seria errado. Você só assume que você superou tudo e que você é melhor do que aquilo. Eu posso considerar meu caso acentuado porque eu sou/era um ser extremamente impulsivo e intenso em qualquer tipo de emoção. Ficar remoendo todas as coisas idiotas que você fez/fazia é o maior erro da sua vida, assim como ficar se lamentando que os bons momentos jamais vão voltar. Legal se um dia eles voltarem, mas é melhor ignorar essa possibilidade.
Eu já chorei. Chorei uma porção enorme de vezes. Hoje, apesar de algumas recaídas, eu consigo enxergar tudo com mais clareza. Eu descobri que a vida te dá rasteiras e sabe, não é por mal. Ela só quer que você aprenda as coisas da forma mais difícil e, se não fosse assim, qual a graça? É foda, eu sei. Muitas vezes eu já pensei que tudo estivesse conspirando contra mim... mas hoje eu vejo que não é assim. Tipo, tudo sempre conspira a seu favor, por mais que seja das maneiras mais bizarras. O que não te mata só te faz mais forte.

segunda-feira, 20 de setembro de 2010

Get outta your mind

Oi gente do mundo! How's life treating you? Nossa, tem uma porção de coisas tão grande acumulada pra falar que eu não sei se vou conseguir colocar tudo aqui. Ok, vamos em ordem cronológica...
Sexta-feira pra mim foi o tipo de dia para o qual eu jamais deveria ter acordado. Eu fui pra PUC assistir a palestra do Plínio de Arruda, que foi um erro. Simplesmente um erro. Eu até prefiro não entrar em questões mais profundas porque minha cota de stress por situação já se esgotou. Aí nós temos o sábado. A minha programação era ir no churrasco da Ju Cruz pra depois ir pra Dani pra ir na festa do branco da ESPM, mas como meu daddy foi viajar acabei passando o dia com a minha mommy fazendo coisas de meninas e guardei energia pra festa monstruosa da qual eu estava prestes a desfrutar. É, eu comprei esmaltes lindos, um vestido e um par de sapatos encantadores!
É bom comprar um look inteiro de uma vez porque quando você usa você se sente muito linda e muito bem automaticamente. Eu me senti assim, modéstia parte HÁ.
Enfim, eu passei a festa toda com a Dani e foi super divertido! A música estava do jeitinho que eu gosto (os boys também ok) e eu me diverti um monte... eu não morri dessa vez, foi bem do jeito que eu planejei! A única bad é que eu nem vi a cor do Haagen Dazs, mas acho que mesmo assim super valeram os 90 mangos! Ah, tem uma porção de detalhes que eu prefiro não especificar... aí caso queira saber pode me consultar :). Eu só posso concluir que as festas da ESPM são as únicas festas de faculdade dignas de se pagar uma grana considerável, porque elas sempre, no mínimo, atendem as expectativas. Hm, tem mais a coisa chata que é clássico do Moinho: quando o relógio bate as 6h, eles acendem as luzes e mandam todo mundo embora. Foi meio revoltante porque a festa ainda estava lotada e bombando (até onde eu me lembro). Anyway, o saldo foi positivíssimo. Agora tem o Economíadas, mais uma bela dinheirama a ser investida, mas a gente sabe que é por uma causa nobre já que it's all about galera digna tipo GV, ESPM, Insper, FEA-USP e FEA-PUC... melhor impossível!
Tá. Aí a gente tem o domingo que, eu não sei se vocês repararam, mas foi o dia mais ressacation da história... um frio fenomenal, dores de cabeça e estômago/fígado insanas e cólica (reflita). Ainda bem que eu tinha dormido na casa da Bia com a Alana, e aí a gente sofreu juntas, todas regadas a McDonald's delivery e assistindo Jennifer's Body. A noite eu fui pra casa e fiquei com os meus pais com muitas dores nos ovários. Aproveitei pra assistir também Sex And The City e eu chorei um montão, mas super valeu a pena e o filme é lindo! Aí eu acordei, fui pra faculdade onde eu encontrei minhas amigas puquianas que, por acaso, também tiveram saldo positivo no fim de semana... e estou aqui, esperando pra ir no dentista.
Tive umas notícias chatas hoje também, mas é melhor que as coisas não estejam perfeitas, porque aí pelo menos eu sei que elas são reais.
Não posso deixar de mencionar que minha carta de motorista chega essa semana! Fiquem felizes por mim!
Acho que termina assim mesmo. Eu não vou colocar foto ainda porque eu estou fora de casa, mas quando eu chegar eu ponho.
Love you all! Xoxo